Segurança do paciente: conhecimento e atitudes de enfermeiros em formação

Gelciane Figueiredo Rodrigues, Teresa Cristina Salgado Castro, Aline Mirema Ferreira Vitorio

Resumo

Identificar o conhecimento e a percepção de estudantes de graduação em enfermagem relacionados ao erro humano no âmbito da segurança do paciente. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, transversal. Os dados foram coletados em uma Universidade privada no Rio de Janeiro no ano de 2015, por meio de um questionário autoaplicável, com estudantes de enfermagem. A amostra total resultou em 65 participantes. Os resultados apontaram que os estudantes têm conhecimento sobre a temática Segurança do Paciente, porém, quando se trata das atitudes apresentam respostas que não condizem com a literatura no que se refere à comunicação do erro ao paciente e família. Não basta a aquisição de conhecimentos, mas atitudes principalmente que venham contribuir com o cuidado seguro, livre de danos decorrentes de erros. Assim como, para tal premissa deve ser criado um ambiente acadêmico seguro de estímulo aos relatos de erro e dúvidas.

Descritores: Educação, Segurança do Paciente, Estudantes de Enfermagem.

 

Patient safety: knowledge and attitudes of nurses in training

Abstract: To identify the knowledge and perception of undergraduate nursing students related to human error in the context of patient safety. This is a quantitative, descriptive, cross-sectional study. Data were collected at a private university in Rio de Janeiro in 2015, through a self-administered questionnaire with nursing students. The total sample consisted of 65 participants. The results showed that students have knowledge about the topic of Patient Safety, but when it comes to attitudes they present answers that do not correspond to the literature regarding the communication of the error to the patient and family. It is not enough to acquire knowledge, but attitudes that mainly contribute to the safe care, free of damages resulting from errors. As for such a premise, a safe academic environment must be created to encourage the reporting of errors and doubts.

Descriptors: Education, Patient Safety, Nursing Students.

 

Seguridad del paciente: conocimiento y actitud de enfermeros en formación

Resumen: Identificar el conocimiento y la percepción de estudiantes de graduación en enfermería relacionados con el error humano en el ámbito de la seguridad del paciente. Se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo, transversal. Los datos fueron recolectados en una Universidad privada en Río de Janeiro en el año 2015, por medio de un cuestionario auto-aplicable, con estudiantes de enfermería. La muestra total resultó en 65 participantes. Los resultados apuntaron que los estudiantes tienen conocimiento sobre la temática Seguridad del Paciente, pero cuando se trata de las actitudes presentan respuestas que no concuerdan con la literatura en lo que se refiere a la comunicación del error al paciente y familia. No basta la adquisición de conocimientos, pero actitudes principalmente que vengan a contribuir con el cuidado seguro, libre de daños derivados de errores. Así como, para tal premisa debe ser creado un ambiente académico seguro de estímulo a los relatos de error y dudas.

Descriptores: Educación, Seguridad del paciente, Estudiantes de Enfermeira.

Texto completo:

PDF

Referências

Malagutti W, Miranda SMRC. Os caminhos da enfermagem: de Florence à globalização. Enferm Foco. 2011; 2(85).

Runciman W, Hibbert P, Thomson R., Schaaf TV, Sherman H., LewalleP. Towards an international classification for patient safety: key concepts and terms. Int J Health Care Qual Assur. 2009; 21(1):18-26.

Kohn LT, Corrigan JM, Donaldson MS, McKay T, Pike KC. To err is human. Washington: National Academy Press. 2000. Disponível em: . Acesso em: 30 jul 2015.

World Health Organization: World Alliance for Patient Safety, Taxonomy: The Conceptual Framework for the International Classification for Patient Safety: final technical report. Genebra. 2009.

Reason J. Human error. London: Cambridge University Press. 2003.

Vicent C. Segurança do Paciente: orientações para evitar eventos adversos. São Caetano do Sul: Editora Yends. 2009.

Chantler C. The role and education of doctors in the delivery of helthcare. The Lancet. 1999; 353:1178-1181.

World Helth Organizations. Guía Curricular sobre Seguridade del paciente: Edición multiprofesional. (Buenos Aires): Universidad del Salvador. 2011. Disponível em: . Acesso em: 21 jul 2015.

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Fundação Oswaldo Cruz. Documento de referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente. Brasília: Ministério da Saúde. 2014. Disponível em: . Acesso em: 5 jul 2015.

Bogarin D, Zanetti A, Brito M, Machado J, Gabriel C, et al. Segurança do paciente: conhecimento de alunos de graduação em enfermagem. Cogitare Enferm. 2014; 19(3):491-7.

Ferreira ABH. Aurélio, século XXI: o dicionário da língua portuguesa. 3ª ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1999.

World Medical Association. Declaration of Helsinki. 2008. Disponível: . Acesso em: 21 jul 2015.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução no 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília. 2012. Disponível em: . Acesso em: 21 jul 2015.

Yoshikawa JM, Sousa BEC, Peterline MAS, Kusahara DM, Pedreira MLG, et al. Compreensão de alunos de graduação em enfermagem e medicina sobre segurança do paciente. Acta Paul Enferm. 2013; 26(1):21-29.

Google Apps for work. Disponível em: . Acesso em: 6 set 2015.

Harada MJCS, Pedreira MLG, Pereira SR. O erro humano e a segurança do paciente. São Paulo: Atheneu. 2006.

Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Assistência Segura: uma reflexão teórica aplicada à prática. Série Segurança do Paciente e Qualidade em Serviços de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde. 2013. Disponível em: . Acesso em: 5 jul 2015.

Lambton J, Mahlmeister L. Conducting Root Cause Analysis with Nursing Students: Best Practice in Nursing Education. J Nurs Educ. 2010; 49:8.

Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente. Estratégias para a segurança do paciente: manual para profissionais da saúde. Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente. Porto Alegre: EDIPUCRS. 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 out 2015.

Reid K, Moxham L, Happell B. Enhancing patient safety: The importance of direct supervision for avoiding medication errors and near misses by undergraduate nursing students. Int Journal of Nurs Pratc. 2010; 16:225-232.

Attree M, Cooke H, Wakefield A. Patient safety in an english pre-Registration nursing curriculum. Nurse Education in Practice. 2008; 8:239-248.

Steven A, Magnusson C, Smith P, Pearson PH. Patient safety in nursing education: Contexts, tensions and feeling safe to learn. Nurse Educ Today. 2014; 34(2):277-84.

Chenot TM, Daniel LG. Frameworks for Patient Safety in the Nursing Curriculum. Journal of Nursing Education. 2010; 49(10):559-568.


Visualizações do PDF:

50 views


Visualizações do Resumo:

157 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud