Segurança do paciente em um centro cirúrgico: ótica da equipe de enfermagem

Autores

  • Isadora Thâmisa de Carvalho Fernandes Assis isadora.thamisa@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa
  • Camilo Amaro de Carvalho camilo.carvalho@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa
  • Catherine Marques Barros catherine.barros@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa
  • Daniel Reis Correia daniel.r.correia@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa
  • Andreia Guerra Siman andreia.siman@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa
  • Marilane de Oliveira Fani Amaro marilane.amaro@ufv.br
    UFV - Universidade Federal de Viçosa

DOI:

10.24276/rrecien2024.14.42.148157

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Centro Cirúrgico, Enfermagem

Resumo

Analisar a cultura de segurança do paciente sob a ótica da equipe de enfermagem de um centro cirúrgico de um hospital de ensino. Estudo quantitativo realizado com 3 enfermeiras e 8 técnicos de enfermagem de um centro cirúrgico. Os dados foram coletados por meio do questionário Hospital Survey on Patient Safety Culture e analisados seguindo as orientações da Agency for Healthcare Researchand Quality. Identificou-se 3 dimensões como “áreas fortes” para a segurança do paciente: Aprendizagem organizacional/melhoria continuada (86%); Feedback e comunicação sobre erros (78%); Expectativas e ações da supervisão da unidade/serviço que favorecem a segurança (77,8%). Evidenciou-se que os enfermeiros e somente um técnico em enfermagem realizaram notificações de eventos adversos nos últimos 12 meses. Existem áreas frágeis para a cultura de segurança do paciente no cenário analisado, assim os resultados podem auxiliar os gestores na implementação de estratégias para aprimorar a qualidade nos cuidados.

Descritores: Segurança do Paciente, Centro Cirúrgico, Enfermagem.

 

Patient safety in a surgical center: the nursing team’s perspective

Abstract: To analyze the patient safety culture from the perspective of the nursing team at a surgical center in a teaching hospital. Quantitative study carried out with 3 nurses and 8 nursing technicians from a surgical center. Data were collected using the Hospital Survey on Patient Safety Culture questionnaire and analyzed following the guidelines of the Agency for Healthcare Research and Quality. 3 dimensions were identified as “strong areas” for patient safety: Organizational learning/continuous improvement (86%); Feedback and communication about errors (78%); Expectations and actions of unit/service supervision that promote safety (77.8%). It was evident that nurses and only one nursing technician reported adverse events in the last 12 months. There are weak areas for the patient safety culture in the analyzed scenario, so the results can help managers in implementing strategies to improve the quality of care.

Descriptors: Patient Safety, Surgery Center, Nursing.

 

Seguridad del paciente en un centro quirúrgico: la perspectiva del equipo de enfermería

Resumen: Analizar la cultura de seguridad del paciente desde la perspectiva del equipo de enfermería de un centro quirúrgico de un hospital universitario. Estudio cuantitativo realizado con 3 enfermeras y 8 técnicos de enfermería de un centro quirúrgico. Los datos se recogieron mediante el cuestionario Hospital Survey on Patient Safety Culture y se analizaron siguiendo las directrices de la Agency for Healthcare Research and Quality. Se identificaron 3 dimensiones como “áreas fuertes” para la seguridad del paciente: aprendizaje organizacional/mejora continua (86%); Retroalimentación y comunicación sobre errores (78%); Expectativas y acciones de supervisión de la unidad/servicio que promueven la seguridad (77,8%). Se evidenció que enfermeras y sólo un técnico de enfermería reportaron eventos adversos en los últimos 12 meses. Existen áreas débiles para la cultura de seguridad del paciente en el escenario analizado, por lo que los resultados pueden ayudar a los gestores en la implementación de estrategias para mejorar la calidad de la atención.

Descriptores: Seguridad del Paciente, Centro Cirúrgico, Enfermería.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Silva JA, Pinto FCM. Avaliando o impacto da estratégia de segurança do paciente implantada em uma unidade de clínica médica de um hospital universitário sob a perspectiva da dimensão da atenção à saúde. Rev Adm Saúde. 2017; 17(66).

Silva ACA, et al. A segurança do paciente em âmbito hospitalar: revisão integrativa da literatura. Cogitare Enferm. 2016; 21(esp):01-09.

Brasil. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria nº 529, de 1º de abril de 2013. Brasília, 2013. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt0529_01_04_2013.html>. Acesso em 27 de dez 2023.

Silva AT, et al. Assistência de enfermagem e o enfoque da segurança do paciente no cenário brasileiro. Saúde Debate. 2016; 40(111):292-301.

Maia CS, et al. Notificações de eventos adversos relacionados com a assistência à saúde que levaram a óbitos no Brasil, 2014-2016. Epidemiol Serv Saúde. 2018; 27(2):e2017320.

Runciman W, Hibbert P, Thomson R, Van Der Schaaf T, Sherman H, Lewalle P. Towards an International Classification for Patient Safety: key concepts and terms. Int J Qual Health Care. 2009; 21(1):18-26.

Pena MM, Melleiro MM. Eventos adversos decorrentes de falhas de comunicação: reflexões sobre um modelo para transição do cuidado. Rev Enferm UFSM. 2018; 8(3):616-625.

Lelis LS, et al. Prevenção de eventos adversos relacionados ao procedimento cirúrgico: uma prática da enfermagem. Rev Científica FacMais. 2017; XI(4):175-195.

Batista J, et al. Prevalência e evitabilidade de eventos adversos cirúrgicos em hospital de ensino do Brasil. Rev Latino Am Enferm. 2019; 27:e2939.

Andrade LEL, et al. Cultura de segurança do paciente em três hospitais brasileiros com diferentes tipos de gestão. Ciência & Saúde Coletiva. 2018; 23(1):161-172.

Lemos GC, Azevedo C, Bernardes MFVG, et al. A cultura de segurança do paciente no âmbito da enfermagem: reflexão teórica. Rev Enferm Centro-Oeste Mineiro. 2018; 8:e2600.

Santos DR, et al. Segurança do paciente: uma abordagem acerca da atuação da equipe de enfermagem na unidade hospitalar. Temas em Saúde. 2017; 17(2):213-225.

Souza ATG, et al. Segurança do paciente em centro cirúrgico. Rev SOBECC. 2020; 25(2):75-82.

Costa DB, Ramos D, Gabriel CS, Bernardes A. Cultura de segurança do paciente avaliação pelos profissionais de enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(3):e2670016.

Galatti EL, Panzetti TMN. Segurança do paciente no centro cirúrgico: estudo bibliométrico. Research, Society and Development. 2022; 11(6):e34111629265.

Madalozzo MM, Lucas JIP, et al. Cultura de segurança do paciente em um hospital acreditado de alta complexidade. Research, Society and Development. 2021; 10(6):e55510616113.

Pereira GO, et al. Cultura organizacional e aprendizagem: uma revisão integrativa. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer – Jandaia-GO. 2021; 18(36):129.

Abreu IM, et al. Cultura de segurança do paciente em centro cirúrgico: visão da enfermagem. Rev Gaúcha Enferm. 2019; 40(esp):e20180198.

Simsekler MCE, Qazi A, Alalamia MA, Ellahham S, Ozonoff A. Evaluation of patient safety culture using a random forest algorithm. Reliability Engineering and System Safety. 2020; 204:1-9.

Reis CT. A cultura de segurança do paciente: validação de um instrumento de mensuração para o contexto hospitalar, Programa brasileiro. Tese de doutorado de Pós-Graduação em Saúde Pública, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, Brasil. 2013.

Pascuci LM, Meyer Júnior V, Crubellate JM. Strategic Management in Hospitals: Tensions between the Managerial and Institutional Lens. BAR - Brazilian Administration Review. 2017; 14(2):1-21.

Ugwu FO, Idike AN, Ibiam OE, Akwara FA, Okorie CO. Transformational leadership and management safety practices: Their role in the relationship between work pressure and compliance with safety work behaviour in a health-care sector industry. Journal of psychology in Africa. 2020; 30(1):1-8.

Batista J, Cruz EDA, Alpendre FT, Paixão DPSS, Gaspari AP, Mauricio AB. Cultura de segurança e comunicação sobre erros cirúrgicos na perspectiva da equipe de saúde. Rev Gaúcha Enferm. 2019; 40(esp):e20180192.

Façanha TRS. Percepções de profissionais de saúde em uma instituição hospitalar: um enfoque bioético sobre cultura de segurança do paciente. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Bioética, Universidade de Brasília. Brasília, Brasil. 2019.

Comissão Permanente de Protocolos de Atenção à Saúde da SES-DF - CPPAS. Disponível em: <https://www.saude.df.gov.br/documents/37101/51535/02.++Protocolo+de+Seguran%C3%A7a+do+Paciente+-+Cirurgia+Segura.pdf>.

Silva FG, et al. Análise de eventos adversos em um centro cirúrgico ambulatorial. Rev SOBECC. 2015; 20(4):202-209.

Mourao KQ, et al. Notificação de eventos: avanços e desafios no contexto da segurança do paciente. Rev Saúde em Foco: Temas Contemporâneos. 2019; 2:188-194.

Notaro KAM, et al. Safety culture of multidisciplinary teams from neonatal intensive care units of public hospitals. Rev Latino Am Enferm. 2019; 27:e3167.

Kohn LT, Corrigan JM, Donaldson MS. To err is human - building a safer health system. Washington DC: National Academy Press. 2000.

Organização Mundial da Saúde. Pesquisa sobre segurança do paciente: curso introdutório - Sessão 1. O que é segurança do paciente? OMS. 2010. Disponível em: <https://cdn.who.int/media/docs/default-source/integrated-health-services-(ihs)/psf/psr-online-course/en/ps_online_course_session01_en.pdf?sfvrsn=13456e3e_5&Status=Maste>. Acesso em 27 dez 2023.

Publicado

27-02-2024
Métricas
  • Visualizações 0
  • pdf downloads: 0

Como Citar

ASSIS, I. T. de C. F. .; CARVALHO, C. A. de .; BARROS, C. M. .; CORREIA, D. R. .; SIMAN, A. G. .; AMARO, M. de O. F. . Segurança do paciente em um centro cirúrgico: ótica da equipe de enfermagem. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, [S. l.], v. 14, n. 42, p. 148–157, 2024. DOI: 10.24276/rrecien2024.14.42.148157. Disponível em: https://recien.com.br/index.php/Recien/article/view/829. Acesso em: 12 jul. 2024.