Percepção de enfermeiros sobre estomias de eliminação: reflexões para o cuidado qualificado

Izabella Chrystina Rocha, Priscilla Nicácio da Silva, Satie Katagiri, Mariane de Moraes Rezende da Silva, Diovana Marielle Alves Bueno, Ivone Kamada

Resumo

O profissional de enfermagem tem papel imprescindível para o planejamento e organização dos cuidados à pessoa com estomia. Nesse sentido objetivou-se identificar o conhecimento de enfermeiros acerca do manejo de enfermagem à pessoa com estomia de eliminação. Estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado com trinta enfermeiros atuantes em instituições públicas de saúde, uma terciária e uma secundária de Barra do Garças-MT. Utilizou-se a entrevista semiestruturada para coleta de dados no período de novembro de 2019 e a técnica de análise de conteúdo para analisar os resultados obtidos. Emergiram duas categorias: entendimento dos enfermeiros sobre estomias de eliminação e intervenções de enfermagem executada. Evidenciou-se falas inseguras e algumas respostas errôneas, cujos cuidados limitavam-se basicamente na troca do equipamento coletor e observação/avaliação da pele periestomia. As dificuldades dos enfermeiros frente aos conceitos e técnicas refletem na qualidade da assistência prestada, o que torna necessário ações que visem a qualificação profissional.

Descritores: Estomia, Enfermagem, Educação Continuada.

 

Nurses' perception of elimination ostomies: reflections for qualified care

Abstract: The nursing professional has an essential role in the planning and organization of care for people with ostomy. In this sense, the objective was to identify nurses' knowledge about nursing management for people with an ostomy. Descriptive study with a qualitative approach, conducted with thirty nurses working in public health institutions, one tertiary and one secondary in Barra do Garças-MT. The semi-structured interview was used to collect data in the period of November 2019 and the technique of content analysis to analyze the results obtained. Two categories emerged: nurses' understanding of elimination ostomies and performed nursing interventions. Unsafe speeches and some erroneous responses were evidenced, whose care was basically limited to changing the collection equipment and observation/evaluation of the peristomy skin. The nurses' difficulties regarding the concepts and techniques reflect on the quality of the assistance provided, which makes it necessary to take actions aimed at professional qualification

Descriptors: Ostomy, Nursing, Education Continuing.

 

Percepción de los enfermeros sobre ostomías de eliminación: reflexiones para una atención calificada

Resumen: El profesional de enfermería tiene un papel esencial en la planificación y organización de la atención de personas con ostomía. En este sentido, se objetivó identificar el conocimiento de las enfermeras sobre el manejo de enfermería para las personas con ostomía de eliminación. Estudio descriptivo con enfoque cualitativo, realizado con treinta enfermeras que trabajan en instituciones públicas, una terciaria y una secundaria en Barra do Garças-MT. Se utilizó la entrevista semiestructurada para recopilar datos en el período de noviembre de 2019 y la técnica de análisis de contenido para analizar los resultados obtenidos. Surgieron dos categorías: la comprensión de las enfermeras de las ostomías de eliminación y las intervenciones de enfermería realizadas. Se evidenciaron discursos inseguros y algunas respuestas erróneas, cuyo cuidado se limitó básicamente a cambiar el equipo de recolección y la observación/evaluación de la piel de peristomía. Las dificultades de las enfermeras frente a los conceptos y técnicas se reflejan en la calidad de la asistencia brindada, lo que hace necesarias acciones que apunten a la calificación profesional.

Descriptores: Ostomía, Enfermería, Educación Continua.

Texto completo:

PDF

Referências

Coelho AR, Santos FS, Poggett MTD. Stomas changing lives: facing the illness to survive. REME Rev Min Enferm. 2013; 17(2):258-67.

Vera SO, Sousa GN, Araújo SNM, Moreira WC, Damasceno CKCS, Andrade EMLR. Sexualidade de pacientes com estomias intestinais de eliminação. Rev Pesqui Cuid Fundam Online. 2017; 9(2):495-502.

Smeltzer SC, Bare BG. Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2011.

Barros ER; Borges EL; Oliveira CM. Prevalência de estomias de eliminação em uma microrregião do norte de Minas Gerais. ESTIMA, Braz J Enterostomal Ther. 2018; 16(1):1-8.

Mota MS, Gomes GC, Petuco VM. Repercussões no processo de viver da pessoa com estoma. Texto Contexto Enferm. 2016; 25(1):e1260014.

Souza M, Moraes A, Balbino C, Silvino Z, Tavares C, Passos J. Apoio emocional realizado por enfermeiro ao paciente ostomizado. Rev Portuguesa Enferm Saúde Mental. 2016; (Spe.4):49-56.

Aguiar JC, Pereira APS, Galisteu KJ, Lourenção LG, Pinto MH. Aspectos sociodemográficos e clínicos de estomizados intestinais provisórios. REME Rev Min Enferm. 2017; 21(1):e1013.

Aguiar ESS, Santos AAR, Soares MJGO, Silva MN, Santos ASR. Complicações do Estoma e Pele Periestoma em Pacientes com Estomas Intestinais. ESTIMA, Braz J Enterostomal Ther. 2011; 9(2):22-30.

Dantas FG, Souza AJG, Melo GSM, Freitas LS, Lucena SKP, Costa IKF. Prevalência de complicações em pessoas com estomias urinárias e intestinais. Revista Enfermagem Atual InDerme. 2017; 82(20):55-61.

Farias DL, Nery RN, Santana ME. O enfermeiro como educador em saúde da pessoa estomizada com câncer colorretal. Enferm Foco. 2019, 10(1):35-39.

Alencar DC, Andrade EMLR, Rabeh SAN, Araújo TME. Efetividade da educação a distância no conhecimento de enfermeiros sobre estomias intestinais de eliminação. Rev. Gaúcha Enferm. 2018; 39(1):e2018-0009.

Oliveira ACM, Barros FLS, Costa AWS da et al. Conhecimento sobre o manejo de estomias intestinais de eliminação. Rev Enferm UFPE. 2019; 13(5):1345-53.

Araujo MAN de, Lunardi Filho WD, Alvarenga MRM, et al. Sociodemographic profile of nurses of the hospital network. Rev Enferm UFPE Online. 2017; 11(Supl.11):4716-25.

Camelo SHH, Soares MI, Chaves LDP, Rocha FLR, Silva VLS. Nurse managers at a teaching hospital: training, responsibilities and challenges. Rev Enferm UERJ. 2016. Disponível em: . Acesso em 16 dez 2017.

Pires DEP, Machado RR, Soratto J, Scherer MA, Gonçalves ASR, Trindade LL. Nursing workloads in family health: implications for universal access. Rev Latino Am Enferm. 2016; 24:e2677.

Souza DO, Gonçalves FGA, Pires AS, David HMSL, Valéria N. Influência do neoliberalismo na organização e processo de trabalho hospitalar de enfermagem. Rev Bras Enferm. 2017, 70(5):961-9.

Pereira MS. Lei do exercício profissional de enfermagem e a autonomia profissional do enfermeiro. Enferm Foco. 2015; 4(3/4):171-4.

Machado LG, Silva RM, Siqueira FD, Silva MEN, Vasconcellos RO, Girardon-Perilini NMO. Desafios do usuário frente a estomia: entre o real e o almejado. Rev Nursing. 2019; 22(253):2962-2866.

Barba PD, Bittencourt VLL, Kolankiewicz ACB, Loro MM. Demands of care of stomatosized oncological patients assisted in primary health care. Rev Enferm UFPE. 2017; 11(8):3122-9.

Farias RCM, Sousa NVDO, Gonçalves FGA, David HMSL, Pires AS, Amorim LKA. Resident nurses’ knowledge of care for people with intestinal ostomy. Rev Enferm UERJ. 2015; 23(5):656-61.

Beitz JM, Colwell JC. Management approaches to stomal and peristomal complications: A narrative descriptive study. J Wound Ostomy Continence Nurs. 2016; 43(3):263-8.

WCET International Ostomy Guideline Recommendations. World Council of Enterostomal Therapists Journal. 2014; 34(2):26-8.

Coqueiro JM, Rodrigues PASSJ, Figueiredo TAM. A produção do cuidado ao usuário estomizado: considerações da equipe de enfermagem. Rev Enferm UFPE. 2015; 9(6):8148-54.

Silva ES, Castro DS, Garcia TR, Romero WG, Primo CC. Tecnologia do cuidado à pessoa com colostomia: diagnósticos e intervenções de enfermagem. REME - Rev Min Enferm. 2016; 20:e931.

Melo MDM, Queiroz CG, Freitas LS, Silva IP, Xavier SSM, Costa IKF. Situational low self-esteem nursing diagnosis in people with an ostomy: a diagnostic accuracy study. Rev Esc Enferm USP. 2019; 53:e03514.

Monteiro AKC, Mendes IAC, Pereira MCC, Gouveia MTO, Andrade JX, Andrade EMLR. Contribuição de Educação Permanente semipresencial no conhecimento de enfermeiros sobre estomias intestinais de eliminação. REME - Rev Min Enferm. 2019; 23:e-1177.

Moraes JT, Silva AE, Gontijo TL, Ribeiro RF, Faria RGS. Avaliação do impacto da capacitação no trabalho para o cuidado de pessoas com estomias. Enferm Foco. 2019; 10(3):93-98.


Visualizações do PDF:

30 views


Visualizações do Resumo:

48 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud