Música e parto: uma terapia para o alívio da dor

Stefani Bernardino Lorencetto, Stephany Correia Lemes, Camila Breviglieri Bertella, Bianca Massari Tuci, Janize Silva Maia

Resumo

A dor proveniente do trabalho de parto no Brasil é sinônimo de sofrimento, comumente associada ao medo entre as gestantes. Descrever os benefícios proporcionados pela musicoterapia para alívio da dor do parto. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura nas bases de dados PUBMED, BVS, BDENF, nos idiomas português e inglês, publicados no período de 2000 a 2020. Foram encontrados 3.590 artigos, mas após a análise dos resultados, e por meio dos critérios de exclusão, foram selecionados 27 artigos. As principais evidências observadas foram que a musicoterapia pode proporcionar à parturiente diminuição do medo, da ansiedade, relaxamento, distração da dor, dentre outros benefícios. A musicoterapia é um método não farmacológico, não invasivo, simples, de baixo custo, eficiente, seguro e que não possui efeitos colaterais e pode ser utilizado para o alívio da dor do parto.

Descritores: Dor do Parto, Musicoterapia, Trabalho de Parto, Manejo da Dor.

 

Music and childbirth: a therapy for pain relief

Abstract: In Brazil, the pain from labor means suffering, which is often linked to fear among pregnant women. To describe the benefits provided by music therapy with regards to labor pain. An integrative literature review of pieces from the PUBMED, BVS and BDENF databases published between 2000 and 2020 was carried out in Portuguese and English. Were found 3.590 articles, but only 27 articles were selected after applying the exclusion criteria and analyzing articles results. The main evidence noted were the decrease in fear and anxiety as well as relaxation and distraction from pain experienced by pregnant women through the use of music therapy, amongst others benefits. Music therapy is a non-pharmacological, non-invasive, simple, affordable, efficient and safe method without side effects which can be used to relieve labor pain.

Descriptors: Labor Pain, Music Therapy, Childbirth, Pain Management.

 

Música y el parto: una terapia para el alivio del dolor

Resumen: El dolor proveniente del trabajo de parto en Brasil es sinónimo de sufrimiento, comúnmente asociada al miedo entre las gestantes. Describir los beneficios proporcionados por la musicoterapia para alivio del dolor del parto. Se realizó una revisión integradora de la literatura en las bases de datos PUBMED, BVS, BDENF, en los idiomas portugués e inglés, publicados entre 2000 y 2020. Fueron encontrados 3590 artículos. Después de analizar los resultados fueron escogidos 27 artículos por criterio de exclusión. Las principales evidencias observadas fueron que la musicoterapia puede proporcionar a la parturiente diminución del miedo, de la ansiedad, relajamiento, distracción del dolor, entre otros beneficios. La musicoterapia es un método no farmacológico, no evasivo, simple, de bajo costo, eficiente, seguro y que no tiene efectos colaterales y puede ser utilizado para alivio del dolor del parto.

Descriptores: Dolor del Parto, Musicoterapia, Trabajo del Parto, Manejo del Dolor.

Texto completo:

PDF

Referências

Pereira RR, Franco SC, Baldin N. A dor e o protagonismo da mulher na parturição. Rev Bras Anestesiologia. 2011; 61(3):376-388.

Camacho ENPR, Teixeira WL, Gusmão AC, Carmo LF, Cavalcante RL, Silva EF. Conhecimento e aplicabilidade dos métodos não farmacológicos utilizados pelos enfermeiros obstetras para alívio da dor no trabalho de parto. Rev Nursing. 2019; 22(257):3193-3198.

Almeida JM, Acosta LG, Pinhal MG. Conhecimento das puérperas com relação aos métodos não farmacológicos de alívio da dor do parto. Rev Min Enferm. 2015; 19(3):711-717.

Areias JC. A música, a saúde e o bem estar. Nascer Crescer. 2016; 25(1):7-10.

Ribeiro MKA, Silva TRMA, Oliveira JCM, Paula TC, Dutra JBR, Pedrino GR, et al. Music therapy intervention in cardiac autonomic modulation, anxiety, and depression in mothers of preterms: randomized controlled trial. BMC Psychology. 2018; 6(57):1-10.

Tabarro CS, Campos LB, Galli NO, Novo NF, Pereira VM. Efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido. Rev Esc Enferm USP. 2010; 44(2):445-52.

Browning CA, BEd, BMusTH, MTA, CD(DONA). Using music during childbirth. Ontario: Birth. 2000; 27(4):272-6.

Phumdoung S, Good M. Music reduces sensation and distress of labor pain. Pain Management Nursing. 2003; 4(2):54-61.

Liu YH, Chang MY, Chen CH. Effects of music therapy on labour pain and anxiety in Taiwanese first-time mothers. Tainan: Journal of Clinical Nursing. 2010; 19(7-8):1065-1072.

Hosseini SE, Bagheri M, Honarparvaran N. Investigating the effect of music on labor pain and progress in the active stage of first labor. European Review for Medical and Pharmacological Sciences. 2013; 17(11):1479-1487.

Simavli S, Gumus I, Kaygusuz I, Yildirim M, Usluogullari B, Kafali H. Effect of music on labor pain relief, anxiety level and postpartum analgesic requirement: a randomized controlled clinical trial. Gynecologic and Obstetric Investigation. 2014; 78(4):244-50.

Dehcheshmeh FS, Rafiei H. Complementary and alternative therapies to relieve labor pain: a comparative study between music therapy and Hoku point ice massage. Complementary Therapies in Clinical Practice. 2015; 21(4):229-232.

Surucu SG, Ozturk M, Vurgec BA, Alan S, Akbas M. The effect of music on pain and anxiety of women during labour on first time pregnancy: a study from Turkey. Complementary Therapies in Clinical Practice. 2018; 30:96-102.

Buglione A, Saccone G, Mas M, Raffone A, Di Meglio L, di Meglio L, et al. Effect of music on labor and delivery in nulliparous singleton pregnancies: a randomized clinical trial. Archives of Gynecology and Obstetrics. 2020; 301(3):693-698.

Hatem TP, Lira PIC, Mattos SS. Efeito terapêutico da música em crianças em pós-operatório de cirurgia cardíaca. Jornal Ped. 2006; 82(3):186-92.

Silva SA, Fava SMCL, Nascimento MC, Ferreira CS, Marques NR, Alves SM. Efeito terapêutico da música em portador de insuficiência renal crônica em hemodiálise. Rio de Janeiro: Rev Enferm UERJ. 2008; 16(3):382-7.

Andreolla LEF, Piasensk VM. A musicoterapia no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Protestantismo Rev. 2009; 20:54-57.

Fonseca KC, Barbosa MA, Silva DG, Fonseca KV, Siqueira KM, Souza MA. Credibilidade e efeitos da música como modalidade terapêutica em saúde. Rev Eletr Enferm. 2006; 8(03):398-403.

Cunha R, Volpi S. A prática da musicoterapia em diferentes áreas de atuação. Rev Científica FAP. 2008; 3:85-97.

Barcellos LRM. Musicoterapia em medicina: uma tecnologia leve na promoção da saúde - a dança nas poltronas! Rev Música Hodie. 2015; 15(2):33-47.

Côrte B, Neto PL. A musicoterapia na doença de Parkinson. Ciência Saúde Coletiva. 2009; 14(6):2295-2304.

Torres MCAR, Leal CMF. Reflexões de professoras supervisoras de estágios supervisionados de Música no ambiente hospitalar: desafios e aprendizagens. Rev Fundarte. 2013; 13(26):48-58.

Leão ER, Silva MJP. Música e dor crônica esquelética: o potencial evocativo de imagens mentais. Rev Latino Am Enferm. 2004; 12(2):235-241.

Marconato C, Munhoz EC, Menim MM, Albach MT. Aplicação da musicoterapia receptiva na Clínica Médica e Cardiológica. Arq Bras Cardiol. 2001; 77(2):138-9.

Ronconi APL, Perdichizzi FS, Pires OC, Constantino E, Lopes VR, Posso IP. Dor e satisfação durante o trabalho de parto em primigestas: visão da parturiente e do obstetra. Rev Dor. 2010; 11(4):277-281.

Cavalcanti ACV, Henrique AJ, Brasil CM, Gabrielloni MC, Barbieri M. Terapias complementares no trabalho de parto: ensaio clínico randomizado. Rev Gaúcha Enferm. 2019; 40(20190026):1-9.

Pereira ALF, Nagipe SFSA, Lima GPV, Nascimento SD, Gouveia MSF. Cuidados e resultados da assistência na sala de relaxamento de uma maternidade pública, Rio de Janeiro, Brasil. Texto Contexto Enferm. 2012; 21(3):566-73.


Visualizações do PDF:

210 views


Visualizações do Resumo:

155 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud