Câncer de mama: (re)significando a imagem corporal feminina

Básia Menezes Hagen, Amuzza Aylla Pereira dos Santos, Isabel Comassetto, Juliana Bento de Lima Holanda, Maira de Melo Freire, Nerissa Fortes da Cunha Lima

Resumo

O estudo objetivou descrever o (re)significar da sexualidade para a mulher ao descobrir-se com neoplasia maligna da mama. É um estudo qualitativo, exploratório e descritivo, realizado com 15 mulheres em um Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON) no estado do nordeste brasileiro. Os resultados encontrados foram divididos em dois categorias: Os sentimentos relacionados à (re)significação da imagem corporal e A cura acima da (re)significação da Imagem corporal diante do diagnóstico de câncer de mama. Esse estudo possibilitou perceber que as mulheres, após o diagnóstico de neoplasia maligna da mama, (re)significaram de maneiras diferentes a relação entre o diagnóstico do câncer de mama e a sexualidade, além de apontar ainda que elas necessitam de informações para fortalecer sua autoestima e se colocar como protagonista no processo de adoecimento.

Descritores: Neoplasias da Mama, Sexualidade, Enfermagem Oncológica.

 

Breast cancer: (re)signifying female body image

Abstract: The woman's view of her body image is essential in her sexuality, and the breasts play a large role, associating with woman's femininity. The study has as objective to describe the (re)meaning of sexuality for the woman when discovering herself with malignant neoplasm of the breast. It is a qualitative, exploratory and descriptive study, carried out with 15 women in a Center of High Complexity in Oncology (CACON) in Maceió-AL. The results were divided in two themes: The feelings related to (re)signification of the body image and The cure above the (re)signification of the body image before the diagnosis of breast cancer. This study made it possible to perceive that women, after diagnosis of malignant neoplasm of the breast, (re)mean in different ways the relationship between diagnosis and sexuality. He also pointed out that they need information to strengthen their self-esteem and stand as a protagonist.

Descriptors: Breast Neoplasms, Sexuality, Oncology Nursing.

 

Cáncer de mama: (re)significando la imagen corporal femenina

Resumen: La visión de la mujer sobre su imagen corporal es esencial en su sexualidad y las mamas tienen un gran papel, asociando la feminidad de la mujer. El estudio tiene como objetivo descrever el (re)significar de la sexualidad para la mujer al descubrirse con neoplasia maligna de la mama. Es un estudio cualitativo, exploratorio y descriptivo, realizado con 15 mujeres en un Centro de Alta Complejidad en Oncología (CACON) en Maceió-AL. Los resultados encontrados fueron divididos en dos temas: Sentimientos relacionados con la (re)significación de la imagen corporal y La curación por encima de la (re) significación de la imagen corporal ante el diagnóstico de cáncer de mama. Este estudio permitió percibir que las mujeres, después del diagnóstico de neoplasia maligna de la mama, (re)significan de maneras diferentes la relación entre el diagnóstico y la sexualidad. También apunta que necesitan información para fortalecer su autoestima y colocarse como protagonista.

Descriptores: Neoplasias de la Mama, Sexualidad, Enfermería Oncológica.

Texto completo:

PDF

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Cadernos de Atenção Básica: Controle dos Cânceres de colo do útero e da mama. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013.

Instituto Nacional do Câncer (INCA). Tipos de câncer: mama. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/mama. Acesso em 09 mar 2016.

Garcia SN, Jacowski M, Castro GC, Galdino C, Guimarães PRB, Kalinke LP. Os domínios afetados na qualidade de vida de mulheres com neoplasia mamária. Rev Gaúcha Enferm. 2015; 36(2):89-96.

Bosi MLM. Pesquisa qualitativa em saúde coletiva: panorama e desafios. Ciência Saúde Coletiva. 2012; 17(3):575-586.

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas. 2010.

Costa WB, Vieira MRM, Nascimento WDM, Pereira LB, Leite MTS. Mulheres com câncer de mama: interações e percepções sobre o cuidado do enfermeiro. REME: Rev Min Enferm. 2012; 16(1):31-37.

Ferreira SMA, Panobianco MS, Gozzo TO, Almeida AM. A sexualidade da mulher com câncer de mama: análise da produção científica de enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2013; 22(3):835-42.

Santos LR, Tavares GB, Reis PED. Análise das respostas comportamentais ao câncer de mama utilizando o modelo adaptativo de Roy. Esc Anna Nery. 2012; 16(3):459-465.

Santos DB, Santos MA, Vieira EM. Sexualidade e câncer de mama: uma revisão sistemática da literatura. Saúde Soc. 2014; 23(4):1342-1355.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde sexual e saúde reprodutiva. Brasília (DF): Ministério da Saúde. 2013.

Vieira EM, Santos DB, Santos MA, Giami A. Vivência da sexualidade após o câncer de mama: estudo qualitativo com mulheres em reabilitação. Rev Latino Am Enferm. 2014; 22(3):408-14.

Remondes-Costa S, Jimenez F, Pais-Ribeiro JL. Imagem corporal, sexualidade e qualidade de vida no cancro da mama. Psicol Saúde Doenças. 2012; 13(2):327-339.

Nunes FA, Almeida AM, Sampaio PACF, Schnaider TB. Espiritualidade, depressão e sexualidade em pacientes portadoras de neoplasia mamária. Med Res Rev. 2012; 14(3):157-164.

Cesnik VM, Vieira EM, Giami A, Almeida AM, Santos DB, Santos MA. The sexual life of women with breast cancer: meanings attributed to the diagnosis and its impact on sexuality. Estud Psicol. 2013; 30(2):187-197.


Visualizações do PDF:

24 views


Visualizações do Resumo:

56 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud