Educação em saúde com gestantes e puérperas: um relato de experiência

Mirtes Valéria Sarmento Paiva, Aruse Maria Marques Soares, Alynne Radoyk Silva Lopes, Kezia Cristina Batista dos Santos, Ana Hélia de Lima Sardinha, Isaura Letícia Tavares Palmeira Rolim

Resumo

Trata-se de um relato de experiência, com o objetivo de descrever as atividades de educação em saúde realizadas com grupo de gestantes e puérperas. As referidas atividades foram desenvolvidas por enfermeira, docente e acadêmicos de enfermagem para gestantes e puérperas cadastradas nas equipes da Estratégia Saúde da Família. Os encontros abordaram os fundamentos conceituais pautados nas ferramentas da educação popular e a troca de saberes, desenvolvidos por Paulo Freire, promovendo a autonomia e transformação da realidade. O uso dos relatos individuais com vivências cotidianas e a utilização de recursos audiovisuais, dinâmicas e estratégias lúdicas despertaram o interesse do grupo motivando a realização das práticas. As atividades educativas contribuíram para formação de comportamentos e adoção de atitudes que promovem qualidade de vida, fortalecendo o uso da consciência crítica dos usuários sobre os seus problemas de saúde, embasados na sua própria realidade.

Descritores: Gestantes, Educação em Saúde, Saúde da Mulher.

 

Health education with pregnant and puerperal women: an experience report

Abstract: This is an experience report, aiming to describe the health education activities performed with a group of pregnant and postpartum women. These activities were developed by nurse, teacher and nursing academics for pregnant women and mothers registered in the Family Health Strategy teams. The meetings addressed the conceptual foundations based on popular education tools and the exchange of knowledge, developed by Paulo Freire, promoting the autonomy and transformation of reality. The use of individual reports with daily experiences and the use of audiovisual resources, dynamics and playful strategies aroused the interest of the group motivating the practice. Educational activities contributed to the formation of behaviors and adoption of attitudes that promote quality of life, strengthening the use of users' critical awareness of their health problems, based on their own reality.

Descriptors: Pregnant women, Health education, Women's Health.

 

Educación en salud con gestantes y puerperas: un relato de experiência

Resumen: Este es un informe de experiencia, cuyo objetivo es describir las actividades de educación para la salud realizadas con un grupo de mujeres embarazadas y posparto. Estas actividades fueron desarrolladas por enfermeras, docentes y académicos de enfermería para mujeres embarazadas y madres registradas en los equipos de la Estrategia de Salud Familiar. Las reuniones abordaron los fundamentos conceptuales basados en herramientas de educación popular y el intercambio de conocimiento, desarrollado por Paulo Freire, promoviendo la autonomía y la transformación de la realidad. El uso de informes individuales con experiencias diarias y el uso de recursos audiovisuales, dinámicas y estrategias lúdicas despertaron el interés del grupo que motiva la práctica. Las actividades educativas contribuyeron a la formación de comportamientos y la adopción de actitudes que promueven la calidad de vida, fortaleciendo el uso de la conciencia crítica de los usuarios sobre sus problemas de salud, en función de su propia realidad.

Descriptores: Mujeres Embarazadas, Educación en Salud, Salud de la Mujer.

Texto completo:

PDF

Referências

Vieira BD, Parizotto APAV. Alterações psicológicas decorrentes do período gravídico. Unoesc Ciência - ACBS. 2013; 4(1):79-90.

Costa RF da, Queiroz MVO, Brasil EGM, Marques JF, Xavier EO. Assistência à mulher na fase perinatal: opinião de profissionais da saúde. Rev Enferm UFPE online. 2013; 7(5):4505-4513.

Quental LLC, Nascimento LCCC, Leal LC, Davim RMB, Cunha ICBC. Práticas educativas com gestantes na atenção primária à saúde. Rev Enferm UFPE online. 2017; 11(supl.12):5370-5381.

Cavaca ALG, Gentilli V, Marcolino EM, Emmerich A. As representações da saúde bucal na mídia impressa. Botucatu: Interface. 2012; 16(43):1055-1068.

Rodrigues BC, Carneiro ACMO, Silva TL, Solá ACN, Manzi NM, Shechtman NP, et al. Educação em saúde para a prevenção do câncer cérvico-uterino. Rev Bras Educ Med. 2012; 36(1):149-154.

Souza G, Elias FV, Souza R. A importância das ações educativas em saúde bucal na prevenção da periodontia: uma revisão de literatura. Rev Odontol Arac. 2016; 37(3):27-32.

Alves GH, Aerts D. As práticas educativas em saúde e a Estratégia Saúde da Família. Ciênc Saúde Coletiva. 2011; 16(1):319-325.

Souza VB, Roecker S, Marcon SS. Ações educativas durante a assistência pré-natal: percepção de gestantes atendidas na rede básica de Maringá-PR. Rev Eletr Enferm. 2011; 13(2):199-210.

Oliveira HM, Gonçalves MJF. Educação em saúde: uma experiência transformadora. Rev Bras Enferm. 2014; 57(6):761-763.

Andrade ACV, Schwalm MT, Ceretta LB, Dagostin VS, Sarotto MT. Planejamento das ações educativas pela equipe multiprofissional de Estratégia Saúde da Família. O Mundo da Saúde. 2013; 3(1):439-449.

Figueira MCS, Leite TM, Silva EM. Educação em saúde no trabalho de enfermeiras em Santarém do Pará, Brasil. Rev Bras Enferm. 2012; 65(3):414-419.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n. 2.488, de 21 de outubro de 2011. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). 2011. Disponível em: . Acesso em 12 ago 2018.

Rodrigues DP, Guerreiro EM, Ferreira MA, Queiroz ABA, Barbosa DFC, Fialho AVM. Representações sociais de mulheres sobre gravidez, puerpério e ações educativas. Online Braz J Nurs. 2013; 12(4):911-922.

Nespolo GF, Duarte ERM, Rocha CMF, Ferla AA, Ferreira GE, Oliveira GC, et al. Pontos de Cultura: contribuições para a Educação Popular em Saúde na perspectiva de seus coordenadores. Interface. 2014; 18(supl 2):1187-1198.

Marin MJS, Moracvick MYAD, Rodrigues LCR, Santos SC, Santana FHS, Amorin DMR. Conhecendo os motivos da não adesão às ações educativas em saúde. Rev Min Enferm. 2013; 17(3):500-504.

Ramos CFV, Araruna RC, Lima CMF, Santana CLA, Tanaka LH. Práticas educativas: pesquisa-ação com enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família. Rev Bras Enferm. 2018; 71(3):1144-1151.

Roecker S, Budo MLD, Marcon SS. Trabalho educativo do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família: dificuldades e perspectivas de mudanças. Rev Esc Enferm USP. 2012; 46(3):641-649.

Fernandes MCP, Backes VMS. Educação em saúde: perspectivas de uma equipe da Estratégia Saúde da Família sob a óptica de Paulo. Rev Bras Enferm. 2010; 63(4):567-573.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Caderno de educação popular e saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2007. 160 p. Disponível em: . Acesso em 21 ago 2018.

Freire P. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. 3 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1992.

Rios CTF, Vieira NFC. Ações educativas no pré-natal: reflexão sobre a consulta de enfermagem como um espaço para educação em saúde. Ciênc Saúde Coletiva. 2007; 12(2):477-486.


Visualizações do PDF:

44 views


Visualizações do Resumo:

246 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud