Desmame precoce: fatores associados e percepção das nutrizes

Fabrícia Silva Rêgo, Hariane Freitas Rocha Almeida, Mayra Caroline Maranhão Araújo, Rafael Mondego Fontenele, Dênis Rômulo Leite Furtado, Aline Sharlon Maciel Batista Ramos

Resumo

O desmame precoce é considerado um problema de saúde pública por gerar grandes repercussões na saúde da criança, necessitando então da assistência de profissionais da saúde para seu esclarecimento e prevenção. O estudo teve objetiva descrever os fatores associados ao desmame precoce do aleitamento materno e a percepção das nutrizes frente a este processo. Tratou-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados LILACS e BDENF. Foram incluídos artigos publicados nos anos de 2014 a 2018, disponíveis na íntegra, no idioma português, perfazendo uma amostra composta por 9 artigos. Os resultados foram categorizados em: instabilidade emocional; crenças na lactação insuficiente; intercorrências mamárias; Situação socioeconômica, grau de instrução e condições de trabalho materno; a importância do enfermeiro no aleitamento materno. É necessário que os profissionais proponham intervenções, desde o pré-natal até o puerpério, com a finalidade de prevenção e manejo dos principais problemas que podem ocorrer durante a lactação.

Descritores: Desmame, Aleitamento Materno, Recém-Nascido, Fatores de Risco.

 

Early weaning: associated factors and mothers' perception

Abstract: Early weaning is considered a public health problem because it causes great repercussions on the health of the child, requiring the assistance of health professionals for its clarification and prevention. The objective of this study was to describe the factors associated with early weaning from breastfeeding and the perception of nursing mothers in this process. This was an integrative review carried out in the LILACS and BDENF databases. Included articles published in the years 2014 to 2018, available in full, in the Portuguese language, making up a sample composed of 9 articles. The results were categorized as: emotional instability; insufficient lactation beliefs; breast intercurrences; Socioeconomic status, education level and maternal working conditions; the importance of nurses in breastfeeding. It is necessary that the professionals propose interventions, from prenatal to puerperium, in order to prevent and manage the main problems that can occur during lactation.

Descriptors: Weaning, Breast Feeding, Infant Newborn, Risk Factors.

 

Destete temprano: factores asociados y percepción de la nutrición

Resumen: El destete temprano se considera un problema de salud pública porque tiene grandes repercusiones en la salud infantil, ya que requiere la asistencia de profesionales de la salud para su aclaración y prevención. El estudio tuvo como objetivo describir los factores asociados con el destete temprano de la lactancia materna y la percepción de las madres lactantes en relación con este proceso. Fue una revisión integradora, realizada en las bases de datos LILACS y BDENF. Incluimos artículos publicados de 2014 a 2018, disponibles en su totalidad, en idioma portugués, haciendo una muestra de 9 artículos. Los resultados se clasificaron en: inestabilidad emocional; creencias sobre lactancia insuficiente; complicaciones mamarias; Estado socioeconómico, nivel educativo y condiciones de trabajo materno; La importancia de las enfermeras en la lactancia materna. Es necesario que los profesionales propongan intervenciones, desde el prenatal hasta el posparto, con el propósito de prevenir y manejar los principales problemas que pueden ocurrir durante la lactancia.

Descriptores: Destete, Lactancia Materna, Recién Nacido, Factores de Riesgo.

Texto completo:

PDF

Referências

Alencar AP, Nascimento G, Lira P, Fonseca F, Fonseca R, Alves B et al. Principais causas do desmame precoce em uma estratégia de saúde da família. Saúde e meio ambiente: revista interdisciplinar, 2017; 6(2):65-76.

Brasil. Ministério da Saúde. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2012; 318.

Fialho FA, Lopes AM, Dias IMAV, Salvador M. Fatores associados ao desmame precoce do aleitamento materno. Rev Cuid Bucaramanga. 2014; 5(1):670-8.

Moura ERBB, Florentino ECL, Bezerra MEB, Machado ALG. Investigação dos fatores sociais que interferem na duração do aleitamento materno exclusivo. Rev Intertox Toxicol Risco Ambiental Sociedade. 2015; 8(2).

Rieth NFA, Coimbra LC. Caracterização do aleitamento materno em São Luís, Maranhão. Rev Pesq Saúde. 2016; 17(1):7-12.

Amaral RC. Fatores que contribuem para o desmame precoce e atuação da enfermagem. FACIDER - Rev Científica. 2016; 9:1-17.

Siqueira SMC, Santos APR, Santos GA. Ações desencadeadas pelo enfermeiro para promoção do aleitamento materno e prevenção do desmame precoce. Rev Bras Saúde Funcional. 2017; 1(1):56.

Moraes JT, Oliveira VAC, Alvin EAB, Cabral AA, Dias JB. A percepção da nutriz frente aos fatores que levam ao desmame precoce em uma Unidade Básica de Saúde de Divinópolis/MG. Rev Enferm Centro Oeste Min. 2014; 4(1):971-982.

Margotti E, Epifanio M. Aleitamento materno exclusivo e a escala de autoeficácia na amamentação. Rev Rene. 2014; 15(5):771-9.

Rocci E, Fernandes RAQ. Dificuldades no aleitamento materno e influência no desmame precoce. Rev Bras Enferm. 2014; 67(1):22-27.

Amaral LJX, Sales SS, Carvalho DPSRP, Cruz GKP, Azevedo IC, Ferreira Júnior MA. Fatores que influenciam na interrupção do aleitamento materno exclusivo em nutrizes. Rev Gaúcha Enferm. 2015; 36(esp):127-134.

Bastian DP, Terrazzan AC. Tempo de aleitamento materno e os fatores de risco para o desmame precoce. Nutrire. 2015; 40(3):278-286.

Ciaciare BC, Migoto MT, Balaminut T, Tacla MTGM, Souza SNDH, Rossetto EG. A manutenção do aleitamento materno de prematuros de muito baixo peso: experiência das mães. Rev Eletr Enferm. 2015; 17(3).

Sousa MS, Aquino OS, Aquino CBQ, Penha JC, Pinheiro AKB. Aleitamento materno e os determinantes do desmame precoce. Rev Enferm UFPI. 2015; 4(1):19-25.

Margotti E, Mattiello R. Fatores de risco para o desmame precoce. Rev Rene. 2016; 17(4):537-44.

Urbanetto PDG, Costa AR, Gomes GC, Nobre CMG, Xavier DM, Jung BC. Facilidades e dificuldades encontradas pelas puérperas para amamentar. J Res: Fundam Care Online. 2018; 10(2):399-405.


Visualizações do PDF:

11 views


Visualizações do Resumo:

33 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud