Avaliação da drenagem linfática manual em cesarianas no alojamento conjunto

Laura Sylvia Cataldo Oportus, Lilian de Paiva Rodrigues, José Maria Pereira de Godoy, Silvia Helena Frota Mendonça

Resumo

Avaliar dados clínicos e sintomáticos com a aplicação da Drenagem Linfática Manual em dois grupos de mulheres submetidas à cesárea, no alojamento conjunto pós 24 e 48 horas do ato cirúrgico. Estudo transversal, prospectivo, com dois grupos: grupo Drenagem Linfática manual que recebeu drenagem linfática manual pelo método Godoy & Godoy e o grupo sem drenagem linfática manual (controle). Aplicado questionário para avaliar presença de sintomas. Avaliadas 66 parturientes pós-cesárea, com idade entre 20 e 38 anos. Houve melhora física dos sintomas (p<0,001) e do meteorismo entero-cólico (p=0,041). A redução do edema foi observada, porém sem diferença estatística significante entre os grupos. A drenagem linfática contribuiu para recuperação das puérperas pós-cesárea na melhora dos sintomas, promoção do bem estar, independência para cuidar do bebê.

Descritores: Drenagem, Sistema Linfático, Cesárea.

 

Evaluation of manual lymphatic drainage, in cesarean sections in joint accommodation

Abstract: To evaluate clinical and symptomatic data with the application of Manual Lymphatic Drainage in two groups of women submitted to cesarean section, in the joint lodging after 24 and 48 hours of the surgical procedure. A prospective, cross-sectional study with two groups: Manual Lymphatic Drainage group that received manual lymphatic drainage by the Godoy & Godoy method and the group without manual lymphatic drainage (control). It was applied questionnaire to assess presence of symptoms. A total of 66 post-cesarean parturients were evaluated, aged between 20 and 38 years. There was physical improvement of the symptoms (p<0.001) and of enterro-colic meteoric (p=0.041). Reduction of edema was observed, but there were no statistically significant differences between groups. The Lymphatic Drainage contributed to the recovery of post-cesarean postpartum women in the improvement of symptoms, with the promotion of well-being, independence to care for the baby.

Descriptors: Drainage, Lymphatic System, Cesarean Section.

 

Evaluación del drenaje linfático manual en cesáreas en el alojamiento conjunto

Resumen: Evaluar datos clínicos y sintomáticos con la aplicación del Drenaje Linfático Manual en dos grupos de mujeres sometidas a cesárea, en el alojamiento conjunto post-24 y 48 horas del acto quirúrgico. Estudio transversal, prospectivo, con dos grupos: grupo Drenaje Linfático manual que recibió drenaje linfático manual por el método Godoy & Godoy y el grupo sin drenaje linfático manual (control). Se aplicó un cuestionario para evaluar la presencia de síntomas. Evaluadas 66 parturientes post-cesárea, con edad entre 20 y 38 años. Se produjo una mejora física de los síntomas (p<0,001) y del meteorismo entero-cólico (p=0,041). La reducción del edema fue observada, pero sin diferencia estadística significante entre los grupos. El drenaje linfático contribuyó a la recuperación de las puérperas post-cesárea en la mejora de los síntomas, promoción del bienestar, independencia para cuidar del bebé.

Descriptores: Drenaje, Sistema Linfático, Cesárea.

Texto completo:

PDF

Referências

Neme B. Obstetrícia básica. 2° edição. São Paulo: Sarvier. 2000.

Perry SE. Enfermagem maternal Contemporânea. In: Loudermil, D.L; Perry, S.E.; Bobak,I.M. O cuidado em enfermagem materna [Tradução Ana Torrell]. 5° edição. Porto Alegre: Artmed; 2002; 17-25.

São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Planejamento em Saúde. Assessoria Técnica em Saúde da Mulher. Atenção à gestante e à puérpera no SUS – SP: manual técnico do pré natal e puerpério [Organizado por Karina Calife, Tania Lago, Carmen Lavras]. São Paulo: SES/SP. 2010.

Pereira SVM. Análise de implementação de uma abordagem de cuidar de enfermagem junto a mulher no ciclo gravídico puerperal: uma aproximação do modelo de Orem, sintomas de classificação da prática de enfermagem e diretrizes de humanização do parto [Dissertação de Mestrado]. Goiânia: Universidade Federal de Goiás. Faculdade de Enfermagem. 2005.

Orem ED. Modelo de OREM Conceptos de enfermeria en la práctica [Tradução Maria T L Rodrigo]. 1ª edição. Barcelona: Masson Itália Editori. 1993.

Godoy JMP, Godoy GMF, Godoy GPAC. Drenagem Linfática Global. 1ª edição. São José do Rio Preto (SP): THS Editora. 2011.

Godoy JM; Godoy MF. Drenagem linfática manual: novo conceito. J Vasc Bras Soc Bras Angiol Cir Vascular. 2004; 3(1):77-80.

Godoy JM, Godoy MF, Godoy. Drenagem linfática no tratamento de linfedema em adolescentes. Rev Angiol Cir Vascular. 2004; 1:10-12.

Luz ND da, Lima ACG. Recursos fisioterapêuticos em linfedema pós-mastectomia: uma revisão de literatura. Fisioter Mov. 2011; 24(1):191-200.

Peixoto CR, Lima TM, Costa CC, Freitas LV, Oliveira AS, Damasceno AKC. Perfil das gestantes atendidas no serviço de pré natal das unidades básicas de saúde de Fortaleza-CE. Rev Min Enferm. 2012; 16(2):171-177.

Instituto Paulo Montenegro. Indicador de Analfabetismo Funcional - INAF Brasil 2011 - Principais Resultados. 2012. Disponível em: . Acesso em 30 out 2016.

Godoy JMP, Braile DM, Godoy MFG. A thirty-month follow-up of the use of a new techinique for lymph drainage in six patients. European Journal Vascular Endovascular Surgery. 2002; 3:91-3.

Godoy JMP, Silva SH, Toninato MC, Godoy MDF. Cervical stimulation for volumetric reduction of limbs in the treatment of lymphedema. Indian J Med Sci. 2008; 62(10):423-5.

Silva MD, Brongholi K. Drenagem linfática corporal no edema gestacional. Rev Interbio. 2007; 1(2).

Piccinin AM, et al. Redução do edema em membros inferiores através da drenagem linfática manual: um estudo de caso. Rev Inspirar. 2009; 1(2).

Cardoso CM, Braz MM, Brongholi K. Drenagem linfática manual de membros inferiores de uma paciente no terceiro trimestre de gestação. [Monografia] [Internet]. Tubarão: Universidade do Sul de Santa Catarina; 2003. Disponível em: . Acesso em 20 nov 2016.

Borges FS. Dermato-Funcional: modalidade terapêutica nas disfunções estéticas. 1 ed. São Paulo: Phorte. 2006; 343-80.

Godoy JM, Godoy MF, Godoy MF, Braile DM. Drenagem linfática e bandagem autoadesiva em paciente com linfedema de membros inferiores. Rev Angiol Cir Vascular. 2006; 16:207-211.

Meirelles MC, Mamede MV, Souza L, Panobianco MS. Avaliação de técnicas fisioterapêuticas no tratamento do linfedema pós-cirurgia de mama em mulheres. Rev Bras Fisioter. 2006; 10(4):393-399.

Spaggiari CW. O efeito da drenagem linfática manual em gestantes no final da gravidez. [Dissertação de mestrado]. Campinas SP: Universidade Estadual de Campinas UNICAMP. Faculdade de Ciências Médicas. 2008.

Ferreira JJ, Machado AFP, Tacani R, Saldanha MES, Tacani PM, Liebano RE. Drenagem linfática manual nos sintomas da síndrome pré-menstrual: estudo piloto. Fisioter Pesq. 2010; 17(1):75-80.

Kawaguti FS, Klug WA, Fang CB, Ortiz JA, Capelhucnick P. Constipação na gravidez. Rev Bras Colo-Proctol. 2008; 28(1):46-49.


Visualizações do PDF:

27 views


Visualizações do Resumo:

351 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2014 Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud