Gamificando o ensino sobre câncer de colo do útero

Autores

  • Maycon Carvalho dos Santos carvalho-maycon@hotmail.com
  • Cândida Caniçali Primo candidaprimo@gmail.com
  • Carla Sílvia Fernandes carlasilviaf@gmail.com
  • Amanda da Silva Costa amandacosta20.8@gmail.com
  • Patrick Teixeira Lyra trickin21@gmail.com
  • Eliane de Fátima Almeida Lima elianelima66@gmail.com

DOI:

10.24276/rrecien2023.13.41.691-703

Palavras-chave:

Ensino, Gamificação, Avaliação Educacional, Câncer de Colo do Útero

Resumo

Descrever a implementação de estratégias inovadoras de ensino, com foco na gamificação, no ensino de câncer de colo do útero para acadêmicos de Enfermagem e analisar a percepção desses estudantes acerca da experiência com a aprendizagem gamificada. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, constituindo-se em pesquisa intervenção, abarcando 90 acadêmicos. Aplicou-se questionário via Google Forms, cujas respostas obtidas foram submetidas a análise de conteúdo e estatística simples. Foi possível implementar estratégias gamificadas no ensino de Enfermagem, as quais obtiveram ampla aceitação pelos estudantes, que pontuaram a sensação de pertencimento ao processo de ensino, tornando-se protagonistas de seu aprendizado. Os resultados sinalizam a necessidade de ampliar a implementação de métodos de ensino baseados na realidade dos estudantes, sendo a gamificação uma das possibilidades para favorecer as condições para o aprendizado teórico e prático acerca do cuidar.

Descritores: Ensino, Gamificação, Avaliação Educacional, Câncer de Colo do Útero.

 

Gamifying teaching about cervical cancer

Abstract: To describe the implementation of innovative teaching strategies, with a focus on gamification, in teaching cervical cancer to Nursing students and analyze the perception of these students regarding the experience with gamified learning. This is a descriptive study, with a qualitative approach, consisting of intervention research, covering 90 academics. A questionnaire was administered via Google Forms, the responses obtained were subjected to content analysis and simple statistics. It was possible to implement gamified strategies in Nursing teaching, which were widely accepted by students, who felt a sense of belonging to the teaching process, becoming protagonists of their learning. The results indicate the need to expand the implementation of teaching methods based on the students' reality, with gamification being one of the possibilities to favor the conditions for theoretical and practical learning about caring.

Descriptors: Teaching, Gamification, Educational Measurement, Uterine Cervical Neoplasms.

 

Ludificando la enseñanza sobre el cáncer de cuello uterino

Resumen: Describir la implementación de estrategias didácticas innovadoras, con enfoque en gamificación, en la enseñanza del cáncer de cuello uterino a estudiantes de Enfermería y analizar la percepción de estos estudiantes sobre la experiencia con el aprendizaje gamificado. Se trata de un estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, consistente en una investigación de intervención, que abarca a 90 académicos. Se administró un cuestionario a través de Google Forms, las respuestas obtenidas fueron sometidas a análisis de contenido y estadísticas simples. Fue posible implementar estrategias gamificadas en la enseñanza de Enfermería, las cuales fueron ampliamente aceptadas por los estudiantes, quienes sintieron pertenencia al proceso de enseñanza, convirtiéndose en protagonistas de su aprendizaje. Los resultados indican la necesidad de ampliar la implementación de métodos de enseñanza basados ​​en la realidad de los estudiantes, siendo la gamificación una de las posibilidades para favorecer las condiciones para el aprendizaje teórico y práctico sobre el cuidado.

Descriptores: Enseñanza, Gamificación, Evaluación Educacional, Neoplasias del Cuello Uterino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Felix VPP, Farias RM, Silva IP. Contribuições do pensamento freireano para a abordagem de temas de ciências no ensino superior semi-presencial. Multidebates. 2020; 4(2):55-69.

Dale E. Métodos audiovisuais de ensino. 3ª ed. Nova York: Dryden Press. 1969.

Unesco. Declaración mundial sobre la educación superior en el siglo XXI: visión y acción. Paris: Unesco. 1998.

Moreira MA. Uma abordagem cognitivista do ensino de Física. Porto Alegre (RS): Editora da Universidade. 1983.

Araújo BBM, Machado ACC, Rossi CS, Pacheco STA, Rodrigues BMRD. Referencial teórico-metodológico de Paulo Freire: contribuições no campo da enfermagem. Rev Enferm UERJ. 2018.

Pimentel FSC, Nunes AKF, Sales Junior VB. Formação de professores na cultura digital por meio da gamificação. Educar em Revista. 2020; 36.

Euzébio C, Soares D, Soares T. Reflexão crítica sobre estudos quasi-experimentais: reflexão em torno de metodologias de investigação. Aveiro: Universidade de Aveiro Editora. 2021.

Brasil. Ministério da Saúde. Saúde das mulheres. Brasília (DF): Ministério da Saúde. 2016.

Camargo F, Daros T. A sala de aula digital: estratégias para fomentar o aprendizado ativo, on-line e híbrido. Porto Alegre: Penso. 2021.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70. 2011.

Zichermann G, Cunningham C. Gamification by design: implementing game mechanics in web and mobile apps. Sebastopol (CA): O’Reilly Media. 2011.

Schmitz B, Klemke R, Specht M. Effects of mobile gaming patterns on learning outcomes: a literature review. Int. J. Technology Enhanced Learning. 2012; 4(5/6):345-358.

Emmerich AO, Fagundes DQ. Paulo Freire e saúde: revisitando “velhos” escritos para uma saúde do futuro. Saúde Transf Soc. 2016; 6(2):1-8.

Delage PEGA, Mendes ES, Paula JGF, Mendes ISB, Almeida MS, Costa FNA. Criação e aplicação de uma estratégia gamificada no ensino de graduação de enfermagem. Cogitare Enferm. 2021; 26.

Mesquita S. “Ensinar para quem não quer aprender”: um dos desafios da didática e da formação de professores. Pró-Posições. 2021; 32.

Diana JB, Golfeto IF, Baldessar MJ, Spanhol FJ. Gamification e Teoria de Flow. In: Fadel LM, Ulbricht VR, Batista C, Vanzin T. Gamificação na educação. São Paulo (SP): Pimenta Cultural. 2014; 38-73.

Fraticelli F, Marchetti D, Polcini F, Mohn AA, Chiarelli F, Fulcheri M et al. Technology-based intervention for healthy lifestyle promotion in Italian adolescents. Ann Ist Super Sanità. 2016; 52(1):123-127.

Serafim ARRM, Silva ANS, Alcântara CM, Queiroz MVO. Construção de serious games para adolescentes com Diabetes mellitus tipo 1. Acta Paul Enferm. 2019; 32(4):374-381.

Martins PCA, Motta IS. O saber acadêmico sobre as competências do enfermeiro na prevenção do câncer do colo do útero. Enferm Brasil. 2020; 19(1):4-10.

Mello JAV B, Gusmão LDVS, Feliciano DR, Santos F. Gamificação como alternativa de ensino e interação com a sociedade. Da Investigação às Práticas: Estudos de Natureza Educacional. 2019; 9(2):31-45.

Moraes TNP, Vicari K, Brotto BRPP, Aguiar BF, Fonseca CRP, Miranda FMD. Jogos educativos na educação continuada de profissionais da saúde: uma revisão integrativa. RSD. 2022; 11(11):e119111133336.

Publicado

13-09-2023
Métricas
  • Visualizações 0
  • pdf downloads: 0

Como Citar

SANTOS, M. C. dos .; PRIMO, C. C. .; FERNANDES, C. S. .; COSTA, A. da S. .; LYRA, P. T. .; LIMA, E. de F. A. . Gamificando o ensino sobre câncer de colo do útero. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, [S. l.], v. 13, n. 41, p. 691–703, 2023. DOI: 10.24276/rrecien2023.13.41.691-703. Disponível em: http://recien.com.br/index.php/Recien/article/view/778. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos