Suspensões de quimioterapia ambulatorial em mulheres com câncer de mama

Autores

  • Sueli de Souza Gomes suelgomes@gmail.com
  • Juliano dos Santos jlnsantos@yahoo.com.br
  • Flávia Firmino flare_br@yahoo.com.br
  • Karinne Cristinne da Silva Cunha kainne.cunha@hotmail.com
  • Taís Verônica Cardoso Vernaglia tais.vernaglia@unirio.br

DOI:

10.24276/rrecien2023.13.41.177-185

Palavras-chave:

Gerência de Enfermagem, Neoplasia da Mama, Antineoplásicos, Enfermagem Oncológica

Resumo

Identificar e analisar a ocorrência de suspensões de quimioterapia ambulatorial no tratamento do câncer de mama. Pesquisa qualitativa, descritiva, desenvolvida em um hospital oncológico no Rio de Janeiro, Brasil. Participaram 9 enfermeiros por meio de entrevista semiestruturada através da técnica de grupo focal nos dias 23 e 30 de agosto de 2021 submetida à análise temática. A análise dos dados centrou-se nas suspensões de quimioterapia ocorridas no período agendado e três temas emergiram das entrevistas: as condições clínicas das pacientes, as questões sociais e os problemas administrativos. A pesquisa promoveu investigação e discussão sobre os impactos gerados frente às suspensões de quimioterapia permitindo aos enfermeiros reflexões sobre estratégias assistenciais e administrativas que tragam resolutividade e qualidade no atendimento prestado com um olhar mais humanizado e menos mecanicista que venham de encontro aos anseios e expectativas dos pacientes com esclarecimento de dúvidas e orientações pertinentes ao tratamento.

Descritores: Gerência de Enfermagem, Neoplasia da Mama, Antineoplásicos, Enfermagem Oncológica.

 

Outpatient chemotherapy withdrawals in women with breast câncer

Abstract: To identify and analyze the occurrence of outpatient chemotherapy suspensions in the treatment of breast cancer. Qualitative, descriptive research, developed in an oncology hospital in Rio de Janeiro, Brazil. Nine nurses participated through a semi-structured interview using the focus group technique on August 23 and 30, 2021, submitted to thematic analysis. Data analysis focused on chemotherapy suspensions that occurred during the scheduled period and three themes emerged from the interviews: the patients' clinical conditions, social issues and administrative problems. The research promoted investigation and discussion about the impacts generated in the face of chemotherapy suspensions, allowing nurses to reflect on care and administrative strategies that bring resolution and quality in the care provided with a more humanized and less mechanistic look that meet the desires and expectations of patients. with clarification of doubts and guidance relevant to the treatment.

Descriptors: Nursing Management, Breast Neoplasms, Antineoplastics, Oncology Nursing.

 

Retiros de quimioterapia ambulatorios en mujeres con cáncer de mama

Resumen: Identificar y analizar la ocurrencia de suspensiones de quimioterapia ambulatoria en el tratamiento del cáncer de mama. Investigación cualitativa, descriptiva, desarrollada en un hospital oncológico de Rio de Janeiro, Brasil. Nueve enfermeros participaron por medio de entrevista semiestructurada utilizando la técnica de grupo focal los días 23 y 30 de agosto de 2021, sometidos a análisis temático. El análisis de los datos se centró en las suspensiones de quimioterapia que ocurrieron durante el período programado y surgieron tres temas de las entrevistas: las condiciones clínicas de los pacientes, los problemas sociales y los problemas administrativos. La pesquisa promovió la investigación y discusión sobre los impactos generados frente a las suspensiones de la quimioterapia, permitiendo a los enfermeros reflexionar sobre estrategias asistenciales y administrativas que aporten resolución y calidad en el cuidado prestado con una mirada más humanizada y menos mecanicista que atienda los deseos y expectativas de los pacientes con aclaración de dudas y orientaciones pertinentes al tratamiento.

Descriptores: Gerencia de Enfermería, Neoplasias de Mama, Antineoplásicos, Enfermería Oncológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bray F, Ferlay J, Soerjomataram I, Siegel RL, Torre LA, Jemal A. Global cancer statistics 2018: GLOBOCAN estimates of incidence and mortality worldwide for 36 cancers in 185 countries. CA Cancer J Clin. 2018; 68(6):394-424.

Siegel RL, Miller KD, Fuchs HE, Jemal A. Cancer statistics, 2022. Ca Cancer J Clin. 2022; 72(1):7-33.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020. Rio de Janeiro: INCA. 2019. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/estimativa/taxas-ajustadas/neoplasia-maligna-da-mama-feminina-e-colo-do-utero>. Acesso em 5 mar 2022.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação Geral de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. A mulher e o câncer de mama no Brasil. Rio de Janeiro: INCA. 2018. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/mulher_cancer_mama_brasil_3ed_rev_atual.pdf>. Acesso em 10 mar 2022.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. A situação do câncer de mama no Brasil: síntese de dados dos sistemas de informação. Rio de Janeiro: INCA. 2019. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/publicacoes/livros/situacao-do-cancer-de-mama-no-brasil-sintese-de-dados-dos-sistemas-de-informacao>. Acesso em 12 mar 2022.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Atlas da mortalidade. Rio de Janeiro: INCA. 2022. Base de dados. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/app/mortalidade>. Acesso em 21 jul 2022.

Telles AC, São Bento PAS, Chagas MC, Queiroz ABA, Bittencourt NCCM, Silva MM. Transition to exclusive palliative care for women with breast cancer. Rev Bras Enferm. 2021; 74(5):e20201325.

Heer E, Harper A, Escandor N, Sung H, McCormack V, Fidler-Benaoudia MM. Global burden and trends in premenopausal and postmenopausal breast cancer: a population-based study. Lancet Glob Health. 2020; 8(8):e1027-e1037.

Otani MAP, Barros NF. Comunicação entre profissionais de saúde e pessoas em tratamento de câncer. Brasília Med. 2012; 49(4):258-266.

Curtinaz ML, Muniz RM, Amaral DED, Viegas AC, Pinto BK, Barboza MCN, et al. O contexto de adoecimento do homem com câncer de pulmão. Espaço Ciência Saúde. 2017; 5(1):4-19.

Bonassa EMA, Gato MIR. Terapêutica oncológica para enfermeiros e farmacêuticos. 4 ed. São Paulo: Atheneu. 2012.

Grave HP, Santos IMM, Oliveira AS, Pinto AAS, Alcântara LFL. Necessidades de saúde dos pacientes em quimioterapia ambulatorial. Recien 2021; 11(36):141-52.

Nakamura E, Egry EY, Campos CMS, Nichiata LYI, Chiesa AM, Takahashi RF. The potential of an instrument to identify social vulnerabilities and health needs: collective health knowledge and practices Rev Latino Am Enferm. 2009; 17(2):253-8.

Mao JJ, Pillai GG, Andrade CJ, Ligibel JA, Basu P, Cohen L, et al. Integrative oncology: addressing the global challenges of cancer prevention and treatment. CA Cancer J Clin. 2022; 72(2):144-164.

Saldiva PHN, Veras M. Gastos públicos com saúde: breve histórico, situação atual e perspectivas futuras. Estud Av. 2018; 31(92):47-71.

Cirilo JD, Silva MM, Fuly PSC, Moreira MC. A gerência do cuidado de enfermagem à mulher com câncer de mama em quimioterapia paliativa. Texto contexto enferm. 2016; 25(3):1-9.

Freitag RMK. Amostras sociolinguísticas: probabilísticas ou por conveniência? Rev Estudos Linguagem. 2018; 26(2):667-86.

Nascimento LCN, Souza TV, Oliveira ICS, Moraes JRMM, Aguiar RCB, Silva LF. Theoretical saturation in qualitative research: an experience report in interview with schoolchildren. Rev Bras Enferm. 2018; 71(1):228-33.

Creswell JW. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução Magda Lopes. 3 ed. Porto Alegre: Artmed. 2010; 206-24.

Camargo BV, Justo AM. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas Psicol. 2013; 21(2):513-18.

Souza MAR, Wall ML, Huler ACMC, Lowen IMV, Peres AM. The use of IRAMUTEQ software for data analysis in qualitative research. Rev Esc Enferm USP. 2018; 52:e03353.

Baptista SCPD, Juliani CMCM, Lima SGS, Martin LB, Silva KAB, Cirne MR. Patient absenteeism in outpatient consultations: an integrative literature review. Rev Esc Enferm USP 2021; 55:e20200380.

Barreto AB. O trabalho do serviço social e a continuidade da atenção em saúde: uma experiência no ambulatório de oncologia do Hospital Universitário Antônio Pedro. Anais do 16º Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais; 2019 30 out / nov 3. Brasília. Brasília: CFESS, CRESS-DF, ABEPSS, ENESSO. 2019.

Massarenti M, Silva CSR, Modenez SS, Kawata MF, Kawamura L, Calil MA. Avaliação da presença de acompanhante durante as sessões de quimioterapia no Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC). Mundo saúde 2009; 33(1):31-4.

Publicado

31-01-2023
Métricas
  • Visualizações 0
  • pdf downloads: 0

Como Citar

GOMES, S. de S. .; SANTOS, J. dos .; FIRMINO, F. .; CUNHA, K. C. da S. .; VERNAGLIA, T. V. C. . Suspensões de quimioterapia ambulatorial em mulheres com câncer de mama. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, [S. l.], v. 13, n. 41, p. 177–185, 2023. DOI: 10.24276/rrecien2023.13.41.177-185. Disponível em: http://recien.com.br/index.php/Recien/article/view/728. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos